Ghosts 'n Goblins é Impossível?

O Jogo mais difícil do Mundo?


Ghosts'n Goblins antecedeu Ghouls' Ghosts e Demon's Crest, sendo um dos games mais marcantes já feitos. E sua história se mistura, inseparavelmente, com a história das casas de Fliperama ou Arcade. Sendo muito criticado por sua dificuldade, considerada insana, o que o põe aqui no quadro "O Jogo Mais Difícil do Mundo".

Mas antes! Saiba que você está no Pior Canal do Mundo... E para seu melhor desconforto, este péssimo artigo pode ser visto em formato de vídeo duvidoso, apenas clicando abaixo. Ou você pode continuar lendo o texto, as duas opções são igualmente hediondas.


Pior Ghosts'n Goblins


Fala meu amigo de mau gosto! Beleza? Então cara... vejo que você decidiu tomar o caminho menos pior, evitando minha voz, e sofrendo apenas com meu texto. Mas não contava com as minhas dislexia, e inaptidão para a escrita. Não a toa, sou o pior roteirista de todos os tempos...

Bom! Hoje estamos retomando aqui o estilo inicial do Pior Canal do Mundo, retomando o quadro O Jogo Mais Difícil do Mundo, onde passamos a vista em cada um desses games, que a opinião pública põe como muito difícil. E depois discorremos sobre sua dificuldade.

E desta vez, vamos de Ghosts'n Goblins, monstro sagrado da Capcom, que está sendo relançado, caso você não saiba. E estou re-jogando bastante este clássico. Pra entregar um conteúdo honesto, e como vocês devem saber, revirar o Ghosts'n Goblins não é uma tarefa rápida. 

Mas de qualquer forma, se você se encaixa nos padrões "Leite com pêra" que chama esse jogo de "Ghouls'n Ghosts sem pulo duplo"... Este conteúdo não é pra vc cara. Pode pegar aí sua mamadeira, e deitar a cabeça no colo da mamãe, vendo seu youtuber gamer favorito... 

Aqui é a versão adulta do Ghouls'n Ghosts. E vamos a mais este clássico dos fliperamas, lugar onde o filho chorava e a mãe não via.


O Joguinho do Cemitério


Cara, antes de mais nada, preciso dizer aqui que este é um dos games que mais marcaram a minha infância... Eu era só um pivetinho, e a maquina que foi lançada em 1985, já não era mais novidade nos fliperamas. 

Mas entre 1988 e 1989 ele estava lá, no lendário fliperama, que ficava no barzinho do bigode. Que apesar de não ter letreiro em lugar nenhum, era assim que o conhecíamos. Já falei deste lugar em outros momentos. E quem, como eu, conhece o bairro recifense de Afogados, mais especificamente na Vila São Miguel dos anos 80 e 90.... lembra muito bem das jogatinas no bigode. 

E lá estava cara, de alguma forma, uma maquina de Ghosts'n Goblins, com uma arte muito chamativa, e parte sonora que nunca vou esquecer... Confesso que lembrar do simples som da ficha entrando, já é emocionante pra mim. 
E Ninguém falava Ghosts'n Goblins, muito menos Makaimura, nome original do jogo... Pra ser sincero, até hoje não sei falar nem escrever isso direito. 

Nós chamávamos de jogo do cemitério, e com o tanto que rodei pelo Brasil. Vi que "jogo do cemitério" era o nome mais comum. E nada de Red Arima (pronúncia), ou Red Arremer (pronúncia) como chamam errado por aí. O maldito inimigo voador, chamávamos de diabão... 

Ah cara, nunca vou esquecer quando chegou na locadora o Demon's Crest, protagonizado por Firebrand, que é um Red Arremer. E toda a molecada gritava "caaraalho, o jogo do diabão!" mas isso é uma história pra um outro momento.

Muitos dos mais novos, ou que não ficavam maloqueirando por aí, ainda pequenos, conheceram esta franquia já na versão Ghouls'n Ghosts. jogo mais refinado e muito bem trabalhado graficamente. Respeitando completamente a obra original, e alguns tendo jogado no Mega Drive, que é um jogo bem portado. E até no Master System, onde o bipador sensual se esforçou ao máximo, pra que
seus donos pudessem passar os desgostos que todos passavam. 

Ou você pode mais especificamente, ter conhecido no Super Nintendo que apesar de eu ter jogado muito, o famoso Super Ghouls'n Ghosts, Acredito que foge bastante a característica e ritmos da franquia, mudando a cadencia do jogo. Isso apesar de trazer algumas coisas novas bem interessantes (e um downgrade, retirando direção de tiros).

Mas sei que muitos também, como eu, sofreram bastante no Fliperama, ou Arcade. e até no respeitável porte pra Nintendinho, que eu também joguei no Turbo Game, E gostava muito! Até pra treinar um pouco mais, pra perdurar em cada preciosa ficha... Já que eu era bem ruim no jogo, e raramente passava da primeira fase sem morrer.


"Aiiinnn não tem enredo"


Bom! indo direto ao ponto, vamos ao original... onde você controla o Arthur, que não tem nada a ver com o Rei Arthur, e tem que resgatar a princesa Prin-Prin,
que foi sequestrada por um demônio.. é.. é só isso...

Piadas à parte... a historia foi se expandindo, deixando uma pista canônica, no exclusivo do Super Nintendo, que se passa 3 anos após Ghouls'n Ghosts, e 7 após o Ghosts'n Goblins, de que tem algo muito especial com a princesa. Pois uma das joias reais, especificamente a pulseira (sem o conhecimento dela) é uma poderosa arma contra demônios. 

E finalmente no Ultimate, é explicado que ela é a ultima humana com sangue real, e que caso seu sangue seja misturado com o demoníaco, os demônios teriam controle sobre o mundo humano. O fato de simplesmente não a matarem
pra tirar seu sangue, deixa claro a que tipo de mistura o jogo se refere ( ͡° ͜ʖ ͡°) ...


Chegando no Fliperama


Voltando ao clássico, o jogo é um plataforma por excelência. Com todos os elementos básicos... E que trás uma coisa incrível, enquanto jogo, e me refiro a intuitividade. Já que em poucos segundos, você já aprendeu completamente como jogar.  E já entende que pode ir pra frente, pra trás, pular, agachar
e disparar a arma da vez... 

Com mais alguns segundos, você entende que só pode tomar danos duas vezes. ficando apenas de cueca no primeiro dano, e morrendo no segundo. E essa é a lição que vai permanecer por muito tempo. Você vai morrer tão rapidamente, e com tanta frequência, que mal vai poder parar pra pensar... No fato do arthur 
estar de cueca. E cara, você vai morrer várias e várias vezes.... Isso, claro, até ir ficando mais hábil, e intimo do jogo. 

A maioria das criticas vejo sobre o jogo, é que ele é só sacana, e não tem padrões. mas ele tem na verdade sub-padrões. os inimigos não tem um movimento pré-estabelecido, pra ficar repetindo, até você descobrir o padrão (tipo os chefes de Megaman). Aqui o buraco é mais em baixo, e os padrões são vários, e reativos. 

Depois de basicamente, passar os últimos dias jogando sem parar. Percebi que o jogo não é aleatório... e como muitos jogos da época, a dificuldade vai aumentar, até ficar impossível. Mas não por você não ter habilidade o suficiente, os inimigos simplesmente estarão se movimentando cada vez mais rápido, até atingir o impossível.

E você vai passar por todo esse sofrimento na pele do Arthur, com acesso a 4 armas: Sendo elas uma lança de duelo, que por algum motivo é tratada como lança de arremesso, Adagas de arremesso (ou faquinha, como chamávamos), A tão criticada tocha, que na verdade pode ser usada estrategicamente, e a pior arma do jogo, o machado de arremesso. 

Além de mais uma extra, que é a única arma que pode machucar o chefe final, e falo da cruz... que na censura pro publico cristão do ocidente, foi substituída por um escudoBem, você assistiu o exorcista não é? a principal arma ocidental contra demônios, é um escudo! claro... Boa Capcom! evitou um incidente internacional, meus parabéns.  ¯\_(ツ)_/¯


como morrer menos jogar melhor ?


Um coisa que vale comentar, pra todos os jogos da franquia, É que você só acha o jogo impossível, por se iludir com aparências ou mecânicas chamativas de armas. O caminho pra quem quer fechar este jogo, sofrendo um pouco menos, é simples... Mantém a lança, ou vai de adaga, isso mesmo a "faquinha". E devido a maior quantidade e velocidade de disparos, suas chances do sobrevivência vão aumentar.

Esquece esse negocio de arma com animação girando, ou mecânica teleguiada... Ou então simplesmente não me ouça, e continue achando o jogo impossível. De qualquer forma, apesar da dificuldade, considerada épica, o jogo é curto. Tendo apenas 6 níveis, que caso você domine o jogo, passam bem rápido. 

Certo que eu quase tasquei o controle na parede, quando vi que derrotei Satan, e não tinha o escudo... Então tive que voltar algumas fases (fazer o que) . 


Super "Aiiinnn Não Tem Enredo" (com pulo duplo)


E falando no Satan, que é o demônio que sequestra a princesa, no começo da primeira fase. Ele não só é muito mais difícil de ser vencido, que o ultimo chefe, como realmente arquitetou a trama do jogo. Apesar de estar abaixo de Astaroth, que lidera a Makaimura

Pois quando você derrota Astaroth na primeira vez, a mensagem na tela informa que foi tudo uma ilusão deste personagem, certamente pra tornar o desafio mais duro. Pois além da dificuldade aumentada na segunda jornada. O jogador vai refletir a situação na qual o Arthur se encontra. Muito mais estressado e cansado, física e mentalmente. 

Vale ressaltar, que tanto Astaroth, quanto Satan, tem poderes similares... além de conhecimento ancestral em magia. Sendo que quando você enfrenta mais de 
um Satan, ou mais de um Astaroth simultaneamente. Mesmo em algum outro jogo. Saiba não é uma mera cópia criada só pra tornar o jogo mais difícil, quer dizer, é sim (risos)... 

Mas não é algo sem a mínima lógica, dentro do enredo do jogo. Pois a cópia divide a alma com o original, seja lá o que o enredo queira dizer com alma.
Sendo realmente uma cópia completa e viva, e com os mesmos poderes dos demônios originais.


piores detalhes...


Bom... analisando a grosso modo, este Ghosts'n Goblins Arcade, que abriu uma bela franquia. É um jogo que a exemplo de outros da primeira metade dos 80's, continha um reles fiapo de enredo. Pois apesar de muitas franquias terem desenvolvido personalidade com o passar dos anos. Temos que entender e analisar os jogos, com uma visão histórica, analisando o jogo em seu lançamento.

Sei que um belo enredo torna uma experiência de jogo, algo completamente incrível. Mas naquela época... o simples ato de poder jogar, já era muito mais que absolutamente incrível.

O que faz esta belezinha aqui, ser um dos títulos mais emblemáticos da história dos games, mesmo com seus problemas. Tais quais não saber falar ingles, errando o texto da tela final, na hora do "congratulation". E também dá pra fazer uns bagulhos meio loucos, tipo sumir da tela e surgir no chão, e muitas outras coisas que o pessoal conseguia fazer na época.

Isso além de colocar um cavaleiro medieval, pra enfrentar um Dragão Chinês como chefe recorrente, que alias é um dos chefes mais fracos que já enfrentei na vida.  E a título de curiosidade, Este dragão é o chefe final, na versão do commodore 64. Uma adaptação feita por limitações tecnológicas, mas que fica como curiosidade histórica. 

Também não é difícil encontrar gente zoando, que o jogo é um lixo. E falando que tem portes igualmente mal feitos, como o do Amiga, que não tinha nem mesmo 
som. Mas que basta ir joga-lo, ao invés de só falar bobagens, que você nota claramente que é um grande porte do jogo. 

O caso é que o som não funcionava nativamente no Amiga, mas apenas por falta de Memoria RAM. Haja vista a necessidade de que o aparelho tivesse, ao menos, um Mega de RAM, pra rodar com som. Sendo que o Amiga 500 era vendido com 512 Kbytes. Isso mesmo! sei que parecem numeros ridículos hoje, mas esta era a realidade da época. 

Por isso eu digo e repito vc pode gostar de blogueiro, youtuber, ou seja o que for. 
Mas saiba absorver conteúdo, sem se contaminar... Jogue vc mesmo, crie sua propria experiencia de jogo cara. 

e então... é o mais difícil do mundo?


O game é sim muito difícil, e em alguns pontos é completamente desequilibrado. tem locais que são realmente impossíveis de passar sem tomar dano, principalmente quando você já estiver na segunda aventura, e jogando no modo mais difícil. Mas o que você tem que fazer aqui, é aceitar que é impossível passar ileso. E se dedicar a chegar neste ponto, com armadura, pra poder seguir sem ela. 

O jogo é sim um desafio de respeito, mas não é impossível. Qualquer um pode terminar ele, com bastante prática e persistência. Ghosts'n Goblins é um jogo punitivo, mas nossa busca pelo mais difícil do mundo continua.

Apesar de ser um  devorador de fichas, como um lucrativo Arcade tinha que ser. Sua dureza real e concreta, está no level design e seu ritmo. Onde voce pode considerar absurda, a quantidade de inimigos em tela. Isso caso você pare pra pensar demais. Mas o jogo te recompensa, ou ao menos alivia os danos mentais causados. Caso você avance sem recuar... 

Bem... normalmente por já ter memorizado tudo do jogo...

Mas devo reforçar, que o jogo é muito desafiador sim... Pois Ghosts'n Goblins é um jogo que pune, e pune severamente os covardes. Os que tem medo de morrer, enquanto a princesa está em apuros. 

O maior reflexo disso, está não só nas aglomerações de inimigos e projéteis, caso você se acovarde. Mas em chefes muito mais fáceis que as fases, e até que alguns inimigos comuns (Mesmo estando no modo de jogo mais dificil).

Piores considerações


Para os apreciadores do quadro de Gameplays, nos próximos dias sai o Só Uma Ficha... pra quem não conhece, o quadro em que encaro jogos sem pegar continue.

e estou encarando o Ghosts'n Goblins, (a pedido dos inscritos). E está sendo uma maravilha... Morri num AVC, mas passo bem.

Espero que minha experiência pessoal, e carinho pelo jogo, tenham trazido algo relevante pra você. As vezes parece que não tem mais o que falar, sobre os games clássicos. Mas basta jogar, e sentar pra escrever o roteiro, que percebo que me apaixono novamente pelo jogo... 

Voltando no tempo, pra quando era só molequinho, onde tinha medo de perder rapidamente minhas pobres moedas no bolso.

Pra você pode ser bobagem, pode ser só um bonequinho num cenário colorido.
Mas a mensagem que eu entendi de Ghosts'n Goblins, a mensagem que eu entendi do Joguinho do Cemitério.

É que tudo... absolutamente tudo nele, é sobre a coragem. E assim superei o medo de perder... naquelas longínquas tardes de 1989.

E vc aí? teve a coragem de encarar que jogos desta franquia? falavam Jogo do Cemitério na tua quebrada? fala ai nos comentários que eu quero muito saber. 

Mas não sofra sozinho cara! sacaneia aí teus amigos... Compartilhando com eles este conteúdo hediondo. 

E até a próxima! no Pior Canal do Mundo...


Referências:




Postar um comentário

5 Comentários

Emoji
(y)
:)
:(
hihi
:-)
:D
=D
:-d
;(
;-(
@-)
:P
:o
:>)
(o)
:p
(p)
:-s
(m)
8-)
:-t
:-b
b-(
:-#
=p~
x-)
(k)