Art of Fighting 3 - Um Jogo Incompreendido.


26 anos do último Art of Fighting...

26 anos... E parece que foi ontem...

A curtinha de hoje, não poderia ser de outro game aniversariante do dia, senão Art of Fighting 3: The Path of the Warrior Ryuuko no Ken Gaiden. 

Lançado em 12 de março de 1996, para os Arcade no Japão, claro... Para logo depois chegar para os donos de Neo Geo caseiros, que aqui no Brasil eram raríssimos.

Esta franquia da SNK, sempre foi um pouco peculiar... Principalmente quando comparada a outros jogos de luta contemporâneos. 

Ao longo dos anos 90, em vez de seguir a onda de espelhamentos em Street Fighter (guardadas as devidas inspirações) a série Art of Fighting manteve suas raízes, de ser um pouco diferente de qualquer outra coisa no mercado.

Caso você não lembre, te deixo a abertura do jogo, postada no Twitter inútil do canal... Que claro, passava um grande impacto visual. 

A vez do Robert...

O Título apresenta um novo elenco de personagens com exceção de Ryo e Robert. Já a Yuri Sakazaki é vista no jogo, mas apenas como um personagem secundário, no modo história de Ryo e Robert.

A trama tirou o foco da família Sakazaki para Robert Garcia. Aqui o Robert desaparece em busca de uma velha amiga de infância, Freia Lawrence, e a rastreia até Glass Hill, no MéxicoFreia é procurada pelo principal antagonista do jogo, Wyler, para completar um poderoso elixir que foi criado por seus pais e por FreiaA droga afeta os usuários de maneira semelhante à poção de Dr. Jekyll e Mr. Hyde, do clássico da literatura mundial O Médico e O Monstro.

O Elenco passa muito longe de ter algum carisma, apesar de eu ser um cara do contra, e não jogar com protagonistas... Aqui eu jogava de Rody Birts. Bom! no fim das contas, a Kasumi Todoh 
se tornou parte do elenco de The King of Fighters, no mesmo ano de 1996, e há quem diga que é a única coisa que se salva deste elenco.


Como Foi na época?

Quando este terceiro jogo foi lançado, no início de 1996, os críticos foram rápidos em taxar o jogo... como sendo muito semelhante a todos os outros 2D do mercado. 

No entanto, quando Street Fighter Alpha 2 foi lançado (no final do mesmo ano) esses mesmos críticos elogiaram sua originalidade, apesar de ser radicalmente semelhante a todos os outros Street Fighter antes dele.

Na gameplay do AoF 3, as táticas e a memória muscular (que podiam ser transferidas entre a maioria dos jogos de luta 2D da época) não eram a mesma coisa.

Além de ser o primeiro jogo de luta 2D a usar atores capturados por movimento, levando a uma quantidade de animação absurda para a época. Isso junto aos enormes sprites, fazem de Art of Fighting 3... Um dos mais bonitos jogos do Neo-Geo.

Abaixo você pode relembrar as artes da época, e detalhes ligados ao gabinete original. Apesar da SNK apresentar poucas variações visuais em suas máquinas.



Jogabilidade Nova e Destravada.

A série sempre impressionou... mais muito mais por detalhes chamativos, e carisma, do que por sua jogabilidade. Vamos ser sinceros... a molecada pirou vendo detalhes no primeiro contato com a franquia, como o zoom, os rostos inchados, e a imersão sonora.

Mas a SNK demorou muito pra refinar a jogabilidade dos seus títulos, e Art of Fighting está mais que incluído nesta questão.

E quando a jogabilidade finalmente foi refinada... O Elenco do jogo não conseguia entregar... bem... aquele carisma que conquistou o publico.

Muitos vão referir erroneamente que é um tipo de Tekken 2D, mas é basicamente uma falta de familiaridade mecânica, a real é que o jogo tentou trazer algo fora daquele lugar comum...

O terceiro e último jogo da série Art of Fighting, está longe de ter sido um sucesso, mas o jogo não é a porcaria que falam por aí... Bem longe disso!  Pude tirar uns bons dois anos de contras neste jogo, antes do KOF 97 tomar toda a minha atenção.

Na real mesmo? Eu só queria a jogabilidade lisa deste terceiro jogo, com o elenco do segundo.

Não custa sonhar não é? 

Ainda não temos nenhum vídeo sobre Art of Fighting 3, mas aceitamos pedidos.

Lembre-se! todos os dias, um game qualquer faz aniversário... 
Então... até amanhã!

Siga o Pior Canal do Mundo 👈


Postar um comentário

0 Comentários